quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Para esquecer...



 
Não se ensina amar a quem não sabe
Não se ensina enxergar quem nasceu cego
Não se ensina ser reto um ziguezague
Não se ensina ser "id" o "superego"

Não se ensina ser doce o que é amargo
Não se ensina ser reto o que é torto
Não se ensina ser vivo o que é morto
muito menos, estreito o que é largo

Não se ensina alicerce a voar
Não se ensina ser duro o que é suave
Não se ensina ser belo o que é vulgar

Não se ensina estátua ter saudade
Não se ensina uma pedra a amar
Não se ensina a mentira ser verdade.
 
[Gilmara Costa]

2 comentários:

Luna Sanchez disse...

Cada coisa no seu lugar.

Melhor assim, evitando confusões.

Beijo, Karlla.

ℓυηα

Aline disse...

Nossa, esse texto é ótimo, amei.
Muito bom mesmo.

Saudades de passar por aqui. Ahh, teus ultimos posts estão sendo muito bons.

Beeijos querida.