quarta-feira, 28 de julho de 2010

Que o outro saiba



Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos braços sem fazer perguntas demais.
Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta.
                                                                                                                                                     Lya Luft

3 comentários:

Aricélia Sousa disse...

Boa noite!
Navegado pela net encontrei seu blog e gostei muito,também sou de Teresina,mas moro em Suzano-Sp há 15 anos,mas sempre que posso vou dar um passeio por ai,amo minha Teresina e ñ esqueço jamais,bjos!!!!

Luaaz disse...

Ai, quem me dera que apenas com um olhar, você pudesse ler meus sentimentos e descrever cada momento que eu desejo ter ao teu lado!

so sad disse...

o amor não precisa de palavras para falar...
beijo!